Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O BILHETE.

Na cabeceira da cama, um livro mal lido.
Na escrivaninha, objetos desarrumados.
Algo acontecera.
Ela não estava em casa.
Passos-detetives percorreram os aposentos.
Um caminhar de homem-gato, sem fazer barulho.
Suspirava fundo, vendo a bagunça total.
Tudo desarrumado.
Um assalto?
Um seqüestro?
Pensou na conta bancária. No alto preço do resgate.
Correu ao telefone.
Hesitou ao ver o bilhete.
Nele, escrito:
Adeus!
Pode chegar sempre mais tarde e esquecer o nosso aniversário...de casamento.
jose antonio CALLEGARI
Enviado por jose antonio CALLEGARI em 05/01/2006
Reeditado em 05/01/2006
Código do texto: T94808
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose antonio CALLEGARI
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
475 textos (25270 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:31)