Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os cinco maiores pecados do homem

Os cinco maiores pecados do homem


Foi-se o tempo em que os homens se imaginavam superiores às mulheres.  Acabou-se a época onde elas nada recebiam e nada reclamavam.  As mulheres, companheiros, estão cada vez mais vigilantes nesta época de avanço da fêmea e recuo do macho.
Escutando, aqui e acolá, de tanto reclamarem, anotamos os mesmos pecados dos homens, os mesmos por nós descritos há mais de cinco anos. Os homens continuam se achando muito inteligentes, os que conquistam as parceiras, os que mandam na casa e são galos no galinheiro, quando a verdade não é bem assim. As mulheres são mais inteligentes e, por astúcia sócio darwinista de sobrevivência, demonstram-se frágeis, conquistam e se fazem passar por conquistadas. Portanto, amigos, muito cuidado.
Os cinco maiores pecados do homem, a nosso ver, espelhados pelas queixas femininas, são os seguintes:

 Primeiro: promover rupturas de relacionamento, esquecendo de todo o passado - As mulheres se queixam dos homens terem "falta de memória", uma amnésia afetiva em relação aos bons momentos que viveram juntos. Acabam os relacionamentos amorosos, do dia para a noite, ou da noite para o dia, sem a menor cerimônia, sem satisfações. A porção bicho-mal supera a parte príncipe-amoroso, e em um abrir e fechar de olhos, o encantamento pelas pernas e corpos de outra, muda o rumo da vida, nas esquinas tortuosas da noite. A parte príncipe-romântico, no homem, se cansa fácil.
 Segundo: fazer amor e virar de costas - Especialmente após anos de convívio, quando o homem se engana, supondo já ter a mulher para si. Urge um grande esforço, pelos homens, para superar essa face bicho-mau. Alguns deles, comentam elas, chegam ao desplante de irem para a rede após o ato sexual. Outros, para abreviar a realidade, já dormem de rede. Portanto, muita atenção com o novo tipo de mulher, senhores que dormem de rede!
Se o psicanalista Carl Jung estiver certo – o que não sei se é bem verdade com a mulher atual –  elas tendem a fundir mais sexo com amor do que os homens.  Fazem mais sexo, nas condições naturais de pressão e temperatura, porque amam e não separam sexo e amor. Esta "anima" seria romântica, difusa, repleta de reminiscências e com contornos mal definidos. Tem sempre, dentro de si, a imagem do primeiro namorado, do ex-companheiro, daqueles que poderiam ter sido e não foram, mas que bom se tivessem sido. A moral cristã reforça essa "anima", separando amor carnal e amor romântico/espiritual/virgem. Hoje, há uma tendência a "fazer amor", ou melhor, não dicotomizar amor e sexo.  É a fusão, moderna, do amor-da-carne com o amor-da-alma. Compreende-se, logo, que "virar de costas" depois do amor é pecado mortal e não venial. Todo cuidado, companheiro.
 Terceiro: ser "bonzinho" - Mulher não gosta de homem "bonzinho". Há que ser romântico, sem muito romantismo, e carinhoso sem excesso de carinho. Para a mulher, o "bonzinho" é insípido, inodoro, sem gosto e sem molho ou sal. Nada mais é que um pobre coitado a tentar corrigir a parte bicho-mau: não faz mal , mas não faz bem. O "bonzinho" é o vácuo, amorfo, sem forma definida, sem luminosidade própria. O "bonzinho" merece pena. Se sua companheira externar que seu homem é “bonzinho”, cautela: ela iniciou a descida, ladeira a baixo dos fogos da paixão.
 Quarto: esquecer datas importantes do amor - para muitos homens, guardar datas (o primeiro beijo, o primeiro encontro ou mesmo natalício) é necessário computador: são muitas as mulheres. Depois, o lado romântico masculino é frágil.
As mulheres não. Mesmo com muitos homens na alça de mira, guardam minúsculos detalhes. A neurociência já detectou que o cérebro feminino, nos testes, cuida mais das filigranas, minúcias. Sabem do primeiro beijo, primeira transa, primeira promessa de amor eterno.
Se nós homens tivermos tal dificuldade, o que é comum: compremos uma agenda eletrônica. É simples, barato, e evitará as mágoas. Desconfiem sempre da mulher magoada, ressentida.
Quinto e último pecado mortal: a ejaculação precoce. A falta de controle sobre a ejaculação, a ejaculação antes do desejado, é a maior e mais freqüente disfunção sexual masculina. Como a mulher tem um relógio do amor diferente, há muitos casais desencontrados em seus ponteiros do orgasmo.
Como o sexo não espera e as emoções vão em frente, surge a ejaculação precoce e o sêmen explode de formas extemporâneas, antes da hora.  Só há uma correção: dominar a ansiedade. Há uma porção de homens dormindo embaixo da ponte por causa da ejaculação precoce.

Perguntamos: - então? Por que, com tantos cuidados e conhecimentos, ainda perdemos a mulher? – É que a conduta feminina é indecifrável, nuvem misteriosa e sem forma, algo bonito e impenetrável. Engana-se o mecânico, o intelectual, o psiquiatra, o psicólogo, o pedagogo, o pastor, o padre e até o bispo. Todos, sem exceção, mesmo com máximos zelos e precauções, ainda se perdem com as mulheres. Ninguém escapa. Resta a receita de sermos mais humildes.
 

Maurilton Morais
Enviado por Maurilton Morais em 11/01/2006
Código do texto: T97287
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurilton Morais
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 69 anos
34 textos (32138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:56)
Maurilton Morais