Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EXPRESSO MANDIOCA.

Tenho uma amiga,
Queridinha,
Que é um barato.

Um humor nota mil.
Mesmo na TPM tá rindo.
Da TPM ou de quem tá agüentando o tranco?
Não sei.

Só sei que gosta de andar nos trinques.
Tem seus refinamentos
Traquejo social
Fala muito bem o Francês
Já foi até a Paris.

Madame assim viajada
Um dia ficou numa enrascada
Sem carro, sem condução.
Viu um carrinho bem velhinho
Caindo aos pedaços
Sem banco atrás.

Era o carro do vendedor de mandioca.
Não perdeu a pose.
Com os pés nos chão, usou da razão.
Moço, quanto me cobra
Pra me levar ao condomínio?
-Não é taxi não "dotora".
Ela disse então: e se eu comprar as mandiocas, você leva?
-Aí sim, já virou freguesa.
E lá foi ela, no seu terninho,
Sem perder a pose
No expresso mandioca.
Em cada mão uma mandioca
E cada mandiocão!
Rssss.
jose antonio CALLEGARI
Enviado por jose antonio CALLEGARI em 16/01/2006
Reeditado em 17/01/2006
Código do texto: T99814
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jose antonio CALLEGARI
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
475 textos (25269 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:27)