CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

DISCURSO DO ORADOR

FORMANDOS DO CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS E LITERATURA BRASILEIRA DO CEIVA - Centro de Formação Integrada do Vale do São Francisco - JANUÁRIA/MG
DEZEMBRO DE 2008
ORADOR: NEWTON ALMEIDA

Senhora Diretora, Patrono, Padrinho, Madrinha, Paraninfo, professores e demais autoridades aqui presentes; senhores pais e convidados. Caros colegas, formandos do curso de Letras Português, agradeço por terem confiado a mim a responsabilidade de trazer uma mensagem em nome da turma, tenho a satisfação e a convicção de dizer que fomos uma turma muito competente. Algumas características puderam evidenciar isso ao longo desse tempo: A criatividade, o saber fazer, a diversidade de conhecimentos...
Infelizmente alguns dos nossos colegas que também estiveram conosco, não estão finalizando o curso neste momento. Alguns deles concluirão em breve e outros, por motivos de força maior, estão trilhando caminhos diferentes. Desejamos a todos muito sucesso!
Hoje é dia de festa, de muita alegria e de comemoração. Mas, e amanhã? Como será? Todos nós trilharemos nossos caminhos. Seja qual forem estes caminhos, uma coisa é certa, deveremos ter a consciência de que a sociedade espera alguma coisa de cada um de nós. Devemos ter a convicção de retribuir o nosso aprendizado. Mas, como? Agindo tal e qual juramos agir: honrando os ensinamentos que recebemos; cooperando para o desenvolvimento da educação.
Temos a oportunidade e a competência necessárias para fazermos muito pela educação. Não se deixem satisfazer por pouco... Busquem sempre mais... Mas não somente para si; não sejam gananciosos, lembrem-se que podemos ajudar a muitos, sem prejudicarmos nossos ideais. Tenham sempre a mente aberta para mudanças e inovações e não se deixem abater por aqueles que apregoam o desânimo e o pessimismo.
Toda vez que alguém elogiar vocês... Agradeçam, mas não se achem os melhores. Não serão os empregos que teremos que nos farão melhores pessoas. Muito menos o dinheiro. Serão nossas atitudes e nossos exemplos que farão de nós relevantes à sociedade. Devemos buscar através da humildade o reconhecimento e a através do acerto a competência. Devemos buscar sempre o conhecimento.
Essa nossa realização nos faz, entre tantas coisas, tomar coragem de reconhecer e assumir falhas. Às vezes nos fechamos em nossas lutas particulares e acabamos não dando recíproca atenção àqueles que nos destina salutar importância. Por isso reconhecemos aqui nossas falhas, assumimos e, principalmente, pedimos a todos que possamos ter magoado ao longo dessa caminhada que perdoem nossos erros.
Hoje é dia de agradecimentos. Primeiro a Ele, o maior dos Mestres, nosso Grandioso Deus, pela vida e por sua constante ajuda em cada instante. E depois não há segundos ou terceiros. Temos companheiros constantes. Seres especiais que contribuíram imensamente conosco:
Pais e Mães! Tentar encontrar as palavras necessárias para expressar todo o sentimento de gratidão e admiração por tudo o que vocês já fizeram por nós é humanamente impossível. Contudo sabemos que vocês nos entendem como ninguém e com um simples obrigado, um "valeu" e um olhar de gratidão, já poderíamos dizer-lhes muito obrigado pela força que nos deram. Muitos de vocês hoje veem um sonho concretizado, vocês também estão sentados naquelas cadeiras. Vocês estão ali, refletidos nos sonhos de cada um de nós, não teríamos como lhes recompensar por isto. Nos faltam palavras nesse momento. Então simplificaremos: Pai e Mãe, muito obrigado, valeu, nós amamos vocês.
Nossos mestres queridos que também sofreram por nossa causa, mas que tanto nos fizeram sofrer. Ainda bem. Aprendemos para a vida. Obrigado a vocês que foram mais que professores. Foram Mestres. Assumiram seus papéis de construtores do conhecimento e colaboraram conosco para além de nossa vida acadêmica.
Amigos, companheiros, namorados, esposos, filhos... Quantas vezes nos procuraram para sair, para conversar ou para namorar e estávamos perdidos entre uma pilha de livros e papéis. Quantas vezes foram trocados por Saussure, Marchusch, Bechara, Sardinha entre vários outros... Agradecemos a compreensão, o carinho e o incentivo que nos deram. Obrigado! Sabemos que muitos dos presentes sentem-se acolhidos por estas palavras aqui ditas, pois vocês também são responsáveis por esta conquista. Recebam os nossos sinceros agradecimentos.
Formandos, queridos colegas, segundo São Tomaz de Aquino o tempo não corre, debalde; nem passa inutilmente sobre nossos sentidos; antes, causa nos nossos espíritos efeitos maravilhosos. Estamos rumando para o além-superior, pós-graduações, mestrados, doutorados, novos cursos. Mas o primeiro é sempre o mais marcante, nosso primeiro passo, o quebrar das correntes, das limitações e receios. Já dizia o poeta que “navegar é preciso, viver não é preciso”. Nós, educadores, sabemos que ensinar é preciso e ensinar para a vida. Cabe a nós; futuros mestres, como os nossos, ocuparmos nossos papéis na construção de uma educação cada vez melhor. Deixar nossas marcas como educadores e fazermos a diferença na vida de nossos alunos. Nascemos para aprender e morreremos aprendendo, sempre compartilhando o que nos foi passado àqueles que cruzarem nossos caminhos. Que Deus nos ilumine para que possamos ser, no mínimo, corretos e dignos para seguirmos com caráter e não desonrarmos nosso juramento. Um grande filósofo um dia nos ensinou que “quando o homem não sabe para que porto está rumando, não importa para que lado sopra o vento, pois nenhum deles lhe será favorável”.(Sêneca). Nós sabemos a que portos queremos chegar. Nós faremos a hora e não esperaremos acontecer. Por isso os ventos nos serão favoráveis. A partir de amanhã nos lançaremos às novas batalhas e, certamente, a novas vitórias. Peço a todos que, quando virem o céu estrelado, que lembrem-se: Lá estamos nós. Quando estiverem frente a um grande desafio, lembrem que juntos podemos vencer... Juntos, nos formamos!

Para finalizar, "Não vou chorar, nem vou me arrepender. Foi sincero nosso amor. Foi eterno enquanto durou, mas chegou ao fim”.

Obrigado.
Newton Almeida
Enviado por Newton Almeida em 05/02/2009
Reeditado em 08/07/2011
Código do texto: T1423658
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Newton Almeida newtonalmeida@hotmail.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Newton Almeida
Januária - Minas Gerais - Brasil, 43 anos
42 textos (53057 leituras)
15 áudios (692 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/14 10:39)