Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LANÇAMENTO DE MEU SEGUNDO LIVRO

Tudo que escrevo é sempre ritmado com traços poéticos. A poesia esta enraizada em minha alma!


É com imensurável alegria que, lançando o meu segundo  livro que traz como título - Repouso na emoção de um poema – A magia da poesia, venho reportar-me ao primeiro momento, o instante em que dei início aos meus trabalhos com  frases soltas, sem definições do que seria ao certo, onde, seguindo a linha do pensamento, fui dando forma à poesia, com o jogo das palavras que fluíam em minha mente.
A poesia traduz a alma do poeta e transmite a essência verdadeira dos sentimentos, e, foi com este desejo que dei seqüência aos meus escritos: o de transmitir aos leitores a essência verdadeira dos sentimentos; sentimentos que nos impulsionam a viver... a desbravar caminhos e alçar novos horizontes.
Lembro-me do dia em que descerei, ao lado do Excelentíssimo Sr. Prefeito a placa com o poema “Riacho Cabresto”, no Viaduto na Praça Gonçalo Crateús Oliveira, no ano de 2001, feliz instante em que fui reconhecida como poetiza, deleitei-me numa alegria contagiante, onde vibrei de tanta felicidade. Aquele instante, foi o marco de minha trajetória, o primeiro passo foi dado velado por olhares que me impulsionaram a querer continuar, o bom é que tudo aconteceu nas imediações de minha rua, lugar onde lancei a minha primeira semente como poetiza.
Hoje, diante dos meus familiares, amigos e apreciadores do meu trabalho, tenho a honra de expor meus escritos para todos. Confesso que a felicidade é ímpar. Notória é minha alegria. Caminhei bastante para chegar onde estou, sonhos foram alimentados, expectativas, buscas, desejos de conquistas, instantes de desânimo também fizeram parte da bagagem que apresento agora, mas acima de tudo levava sempre a certeza de que chegaria ao final com a felicidade de ter superado todos os obstáculos, consciente de que o mais importante é tentar e que tudo que se alcança com esforço e dedicação tem um sabor mais gostoso e passamos a valorizar muito mais.
Quero dedicar este momento solene aos meus familiares, pessoas que me influenciaram, que torceram comigo, que vibravam com cada poema escrito, de forma especial para minha mãe Albertina, obrigada mãe, você é muito especial. Ao meu pai Pedro Bandeira e a minha irmã Maria Denyse (in memorian), partiram cedo, ao encontro do Senhor, hoje, não posso dividir com eles esta alegria de forma direta, mas tenho certeza de que neste exato momento os dois estão com os olhos direcionados a Terra, de modo especial para este auditório, aplaudindo e torcendo por minha felicidade e realização. Amo-os como o primeiro instante, a distância só me faz crer que fui privilegiada em tê-los como parte de minha família, sabendo que poderei sempre contar com a intercessão de ambos, lá no céu. Dedico aos meus amigos próximos e distantes.
Estou radiante por saber que posso contar com pessoas que acreditam na minha capacidade e acreditaram que este momento aconteceria.

Canto em meu peito a alegria deste singular momento.
Cecília Meireles em seu poema “Motivo”, diz:

“Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.”

Este instante existe para mim agora, ele se apresenta sereno e contagiante, ele é real, minha vida esta completa, completa de alegria, envolvida por uma felicidade que não dá para definir, não dá pra saber a sua intensidade, assim como Cecília, sou alegre, sou feliz, sinto-me realizada. Obrigada a todos!

12.11.2006
Eliene César
Enviado por Eliene César em 19/06/2006
Reeditado em 19/06/2006
Código do texto: T178319
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliene César
Piripiri - Piauí - Brasil, 45 anos
29 textos (2810 leituras)
3 áudios (928 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:20)
Eliene César