Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Promotor do PARAÍSO

PROMOTOR DO PARAÍSO
Celito Medeiros
 
É verdade, o mundo virtual da Internet é composto por pessoas reais.
Assim, podemos esperar as mesmas coisas das mesmas pessoas.
Portanto, temos boas comunicações e outras nem tanto.
Lidamos com pessoas de diferentes opiniões e ações.
A Internet inevitavelmente é um meio de comunicação avançado
e se bem utilizado, de grande importância e versatilidade.
A respeito de tanta coisa boa, pesquisa, arte e literatura, comunicação
pessoal e empresarial, nem se precisa analisar, é coisa óbvia o que desfrutamos.
 
A questão de fato, são os infortúnios que são acarretados pelas mesmas
pessoas que na vida real contribuem de modo inverso para tanto verso.
Temos os vírus virtuais e os reais...
O que podemos então fazer?
Sim, usarmos antivírus virtuais e reais.
 
Não é possível isolar isto definitivamente em curto prazo.
É preciso lidar com isto de modo eficaz e permanente.
 
É compreensível que algumas pessoas gritem contra estes 'vírus',
desabem o verbo e mandem para o inferno...
Mas esta é a saída?
Será que todos os usuários já não detectaram tais problemas?
Sim, creio que sim. Falta apenas o 'curativo' , pois remédios apenas remediam.
O que ocorre com as pessoas reais que tornam o mundo virtual
muito semelhante aos problemas do mundo real?
- A mesma coisa básica, a mesma 'doença' - Muitos estão contaminados.
O problema é que estas pessoas criam para si próprios o 'inferno' e assim
infernizam a vida de tantos. Há muito tempo que é assim...
 
Interessante é que também são 'nossos irmãos' !
O 'berço' é a própria humanidade da qual somos todos membros.
Por certo, muitos conhecem pessoas que tiveram o mesmo berço familiar,
porém, como dedos das mãos, não são iguais...
Quem teve um 'bom berço' e soube usá-lo, que bom!
Vemos gente de primeira grandeza e pobres coitados do mesmo berço.
Não, não é uma questão de berço familiar, isto ajuda muito sim, mas
para muitos, isto é apenas um verniz que esconde o verdadeiro caráter.
Mandá-los para o inferno não resolveria, tantos outros já fizeram isto...
É preciso mandá-los para o PARAÍSO, seria a credencial necessária.
Da mesma forma eu 'condenaria' todos os piores ladrões e assassinos.
Mandá-los para o paraíso...
Mas como?
 
Esta humanidade tem tentado isto há tanto tempo...
Religiões, ciências, filosofias e tantas pseudo-ajudas!
Em alguns países, até a 'pena de morte' .
Matam o corpo, mas suas almas continuam!
 
É preciso lidar com a alma.
É preciso saber  'o que foi feito' para que esta alma esteja tão degradada.
É preciso conhecer de fato nossas origens, para assim poder lidar com tudo
o que tenha ocorrido na 'trilha do tempo'  de cada um.
Hoje, tais pessoas doentes, estão sendo efeito... Não conseguem ser CAUSA.
 
Proclamar o amor, a humildade, a paz e tantos atributos, não deu em quase nada!
Quem poderia compreender estas coisas nem precisaria de tais 'pregações'.
Quem não consegue compreender, não entenderá estas pregações todas.
As pessoas consideradas 'boas' também estão com problemas, e como estão...
Então é preciso melhorar ainda mais estas pessoas também.
Parece ser algo mais fácil, não?
Não, não é.
Este 'mal' que corrói a humanidade também nos pertence de certo modo.
Uns estão mais sujeitos a este turbilhão de problemas e outros menos, é isto.
As fobias, depressões, medos, desamor, insônias, dores e perdas e tantos somatismos!
São os infernos de nós próprios... De certo modo, também estamos 'contaminados'.
 
Felizmente, alguns estão em melhores condições e outros poucos já conseguiram
limpar estas áreas para sempre. Sim, existe a saída para quem a procura.
É isto o necessário para cada um, principalmente aqueles à beira do inferno.
Estamos no meio deste 'tiroteio' todo e precisamos sobreviver!
É preciso salvá-los para o PARAÍSO da existência infinita, ou
'atirem a segunda pedra' !!!

www.escritor.art.br
Celito Medeiros
Enviado por Celito Medeiros em 03/06/2005
Código do texto: T21712
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Celito Medeiros
Curitiba - Paraná - Brasil, 65 anos
21 textos (10508 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:40)
Celito Medeiros