Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poder da música eletrônica

Festejar, é celebrar a vida! Curtindo o hoje e esquecer o ontem, e não temer o amanhã, deixe a música tomar conta do seu corpo.
Festeje, prove que é livre, não somente entre pessoas, prove à sua mente que a liberdade está dentro da tua cabeça.
As vezes palavras não conseguem descrever um sentimento, porém um som, um movimento, faz-nos sentir na alma o que poderia ser impossível talvez ouvindo apenas palavras.
Aproximar de si mesmo, o que pode ser dificíl para um ser normal, deixamos a música tomar conta da alma, sem palavras, sinta cada batida em teu corpo com os ouvidos, e com o coração sinta-o bater pela simples emoção em saber o que é musicalidade e o valor da vida que está em nossas mãos.

Dançar, sentir os raios do sol ou as gotas da chuva pelo corpo, pule, dance para rir de si, faça um par contigo mesmo, sem esquecer que todos somos irmãos unidos pela música, podemos ir além.
Com o poder das danças malucas, os pés em polidor, percebendo apenas a perfeição do momento e da contemplada música eletrônica.

Sentindo a brisa no ar, observando aqui, ou conversando lá, suave é e suave será, dançando com si mesmo, fazendo um par com teu corpo e tua alma. Sem hora para voltar, sem hora acordar, e sim aproveitar a vida. Vivendo em um sonho e encontrando novos mundos.

A lei é viver a vida vivendo grandes amores, mosaicos, malabares, perfumes, cores, sabores...
A alma sorrindo e flutuando.
É apenas o necessário, e não mais que o preciso, em si, a felicidade chega em ti.
Capaz de envolver e te transportar, tranquilo é e tranquilo será, além do que se ve.
De óculos vemos o que ninguém vê. É uma festa alucinada em outra dimensão do manifesto e da liberdade, contúdo, perceba e tua felicidade, e o amor perceba o sentimento bom que está em tua alma.

Nas mãos do arquitéto, abstrato e concreto.
A música eletrônica descobre o espírito pessoal, perceber quem está ao redor e o valor de cada pessoa.
Expressão, escolha e pensamento sem deixar o sentimento calar.

Pule se quisér pular, deite na grama, viajando nos desenhos da vida, cada corpo, cada tenda, cada sorriso.
Abra sua mente, e perceba que não precisa de muito para viver na paz.

Novas sensações e descobertas, todos somos um só, todos somos o que foi esquecido, somos todos filhos da grande mãe, a Natureza.

Demonstrar ser capaz de sentir apenas com movimentos, sorrir em sentir a música, esse é o poder da música eletrônica, nos fazer perceber que estamos vivos!
Gianne Lorena
Enviado por Gianne Lorena em 06/06/2010
Reeditado em 06/06/2010
Código do texto: T2302648
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gianne Lorena
Ponta Grossa - Paraná - Brasil, 23 anos
91 textos (8354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/14 03:24)
Gianne Lorena



Rádio Poética