Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Relações Humanas

Senhoras e Senhores,
     O homem, há muito, deixou de exercitar seu lado humano, com o mínimo de plenitude que se poderia esperar daquele que recebeu a dádiva inconfundível do discernimento.
     Há muito, o minimalismo de suas atitudes pauta sua sede de poder.
     Há muito,sua indefectível necessidade de competir é impulsionada por um sentimento maior de autodestruição.
     Mais que isso: deixou de crer que suas relações são importantes, que os outros são peças fundamentais da engrenagem vital e sem os quais ele se torna um pária.
     Há muito, o desejo de possuir, passou a dominar mentes e corpos sedentos de puro ou impuro prazer (i)material.
     Há muito, a vingança, o desprezo e a vulgaridade passaram a povoar as almas inquietas e assombradas dos seres que nas sombras se espreitam.
     Há muito, a competição faz do homem o único animal vivente nestas paragens capaz de matar para deixar-se viver de glória.
     Há muito, o respeito e a admiração deixaram de ser aliados da boa convivência, tornando-se obsoletas imagens retorcidas de um tempo que não mais retornará.
     Mais que isso: deixou de ser homem, na plenitude maiúscula de sua atribuição, para parir-se pedra despojada de vida eterna.
     Portanto, caros senhores e senhoras, o caráter é o resultado de sua conduta. Não se deixem ludibriar pelo efêmero, o fácil, o ilícito, mereçam cada passo da evolução destinada aos bons. Sejam homens e mulheres cuja dignidade e honestidade de propósito jamais se possa denegrir.
                                                                                     Boa noite!
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 23/06/2005
Código do texto: T27002

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351740 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:31)
Nel de Moraes