Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Discurso da formatura do 3° ano - JMCC

Boa noite senhoras e senhores e formandos da turma de 2006,

   Estou aqui, hoje, a representar essa graciosa e inesquecível turma do terceiro ano, de 2006, do João Machado Colégio e Curso.

 De início quero falar que cada formando, aqui presente, traçou sua própria e insubstituível trajetória dentro do João Machado, trazendo ao colégio muitas recordações. Entre elas, aquelas que merecem destaque: as que trouxeram orgulho e satisfação; e, também, aquelas que merecem ser esquecidas, as que trouxeram embaraços e algumas mágoas.
 Mas o mais importante a ser levado em conta aqui, hoje, é que todas essas trajetórias, todos esses caminhos andados por cada um de nós, formandos, acabaram convergindo em nossa união nesse terceiro ano. Muitos já estudavam a alguns anos no colégio e alguns começaram esse ano recebendo todo carinho e afeto daqueles mais antigos. E a convivência se encarregou de formar laços poderosos entre nós, laços de amizade, companheirismo e solidariedade. O tempo passou rápido fazendo com que um ano inteiro se tornasse curto demais por ter sido tão bom, e com o fim do ano vem aquele sentimento de saudade e de tristeza de termos que seguir novos caminhos. Mas o fato de termos concebido nossa amizade a tão amáveis pessoas já é um motivo para nos dar forças contra o lamento da nossa separação, separação que ocorrerá naturalmente de acordo com a necessidade e vontade de cada um de ser alguém na vida, porque só batalhando muito e tentando ser cada vez mais independentes poderemos enfrentar o mundo de igual para igual. Porque mesmo com toda a formação e apoio fornecidos pela escola durante nosso tempo de colegial, a vida não espera por ninguém e se nós não tivermos coragem e determinação suficientes acabaremos perdendo aquela que talvez possa ter sido nossa única chance. Nesse mundo onde, infelizmente, só os mais fortes sobrevivem, nesse mundo onde reina a falsidade, injustiça, corrupção e inveja é que nós vamos ver que precisamos dos verdadeiros amigos, aqueles poucos, nos quais podemos confiar mesmo ao vendar os olhos. Por isso tentem lembrar de cada um aqui com as melhores lembranças possíveis, vamos tentar apagar das nossas vidas quaisquer desavenças ocorridas e deixar que se eternizem as amizades construídas entre nós.

                            Muito Obrigado!
Lord Solrac
Enviado por Lord Solrac em 15/12/2006
Reeditado em 15/12/2006
Código do texto: T319349
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lord Solrac
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 25 anos
249 textos (39018 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/11/14 04:39)
Lord Solrac



Rádio Poética