CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Meu 1º discurso de Formatura- 3ºano do Ensino Médio (Homenagem a Giovane Ferreira, que não está mais aqui)

(Caros leitores, fazia um bom tempo que eu não escrevia nada, mas estava mechendo nos meus arquivos e achei meu discurso de formatura e resolvi postá-lo. Esperem que gostem)

Discurso:
I

   Boa noite a todos os ilustres formandos e convidados. Quero agradecer primeiramente a Deus que me ajudou em todo tempo e em tudo, a minha família, aos meus amigos e colegas. Quero agradecer também a honra de estar aqui trazendo minhas sinceras palavras.

   Passei muito tempo da minha vida pensando como seria sair de uma etapa para outra como o ensino médio- E olhe bem para mim hoje, estou aqui na frente de todos me formando- Imaginei como seria sair da quarta série para o ginásio, da oitava para o segundo grau e em seguida, se eu conseguiria ingressar em uma faculdade, entretanto a ansiedade sempre se fez presente, fazendo com que eu imaginasse tudo diferente. Sei lá, só sei que cheguei até aqui e foi bom.


II

   Quero trazer a memória tudo aquilo que nos traz sentimentos bons, como a saudade e as lembranças que jamais irão fugir ou se transformar em cinzas. Quero também fazer com que possamos nos sentir realizados e capazes de dar um passo à frente para o futuro, e olhando para o passado, lembro- me de uma frase conhecida que não deixa de ser verdadeira e interessante: “Tudo que é bom, dura o tempo necessário para se tornar inesquecível”, sim é verdade, o tempo é um detalhe muito importante que passa rápido como o estalar dos dedos, o tic TAC do relógio e as estações do ano que sempre vem uma após as outras, no entanto é nele que aprendemos e crescemos, até parece que foi ontem que começamos a ler, a assobiar, a resolver as quatro operações e por aí vai, contudo passamos por dificuldades e alegrias, onde vimos a importância de ter um amigo e o papel que a escola tem de não só ser uma sala de aula com um professor, mas também um lugar onde presenciamos grande parte de nossas vidas, onde estávamos sempre juntos, estudando, brincando e em alguns casos, até lavando uma bendita quadra.
   Sentirei falta das brincadeiras, dos eventos, dos professores e principalmente dos amigos, um em especial, conhecido como “Gijo”, nosso querido Giovane Ferreira que nos deixou com uma saudade enorme, que doe muito em nossos corações, e não poderia deixar de mencioná-lo e homenageá-lo, pois pra muitos ele foi como um irmão, um amigo, um colega e único com aquele jeito de ser maravilhoso. Recentemente ele nos deixa e só Deus sabe o que cada um sente, porém eu sei dizer que não foi fácil, mas é tudo pela vontade de Deus e não podemos questioná-la, só aceitá-la.

III

   Bom depois de tudo isso, imagino eu que pode haver na cabeça de muitos de nós uma dúvida: - O que será daqui em diante?- A única coisa que posso responder é: - O futuro só a Deus pertence! – mas se juntarmos forças para lutar por nossos sonhos, tenho certeza que podemos conquistá-lo! É o que escutamos desde crianças quando dizíamos aos nossos pais que queríamos ser médicos, professores, policiais, bailarinas e em muitos casos empregos que não existiam, que no meu, dizia a minha mãe e irmãs que queria ser um sanduiche.
   E para encerrar irei citar uma encorajadora frase de um excelente autor chamado Augusto Cury: “Bom jovens se preparam para o sucesso, jovens brilhantes se preparam para as derrotas. Eles sabem que a vida é um contrato de risco e que não há caminhos sem acidentes, portanto tem consciência de que ninguém é digno do pódio se não usar as derrotas para conquistá-lo”.
Raquel Rodrigues
Enviado por Raquel Rodrigues em 20/09/2011
Código do texto: T3230591

Comentários

Sobre a autora
Raquel Rodrigues
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 20 anos
20 textos (24452 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/08/14 05:14)