Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FALANDO DE DIREITOS**

Vamos falar de direito!
Palavra que abre espaço
e corta arreios;
que dá voz, que dá vez,
clareia os becos.
e a tez negra da desesperança atroz.

Falar de direitos implica
em falar sobre coisas certas, retas,
em justiça e alegria,
em melhor viver.

Falar de direitos significa
poder bem respirar,
beber, comer e dormir em paz.
Ter liberdade de discordar, discutir,
e ser igual perante a lei.

Direito é ter um canto,
um remanso
pra poder descansar;
ter a labuta certa e o salário justo.

Falar de diretos significa também
proteger o espoliado,
punir o injusto que lhe toma o suor
e maltrata-lhe a alma.
É resgatar esperanças,
não ficar mudo,
expor o que pensa, o que sente,
é proteger a criança,
não excluir raças,
garantir a todos
escola, saúde....

Falar de direitos, enfim,
é expor tantas coisas em falta.


cp-araujo@uol.com.br
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 12/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T33476

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32929 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:46)