CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Mais uma primavera em minha vida

Acordei com o canto dos pássaros em uma bela e especial sinfonia.
Pensei em minha vida, em meus filhos, nos anos que já passaram e em todos os meus dias já vividos.
Nasceu a menina! Primeiro dia de aula...  Ainda sinto o cheiro dos materiais utilizados no maternal. Depois, o ônibus q tomei errado... Veio a formatura da pré-escola... Primeira Comunhão aos 10 anos. Ufa! Entrei no ginásio, me sentia tão grande... Nesse espaço de tempo morei em três cidades:Curitiba, Cascavel e Goiânia. Fui até o Planalto Central tão pequena! Adorava jabuticaba colhida no pé, fruta do conde: delícia, mamão... Até quebrei meu braço ao tentar pegar o bambolê arremessado na jabuticabeira...
Retornei ao primeiro colégio em Curitiba prestes a completar 13 anos. Veio a formatura da 8 a. série com passeio no Recanto dos Papagaios...
Iniciei o segundo grau me sentindo perdida, colégio novo, alunos estranhos... Passou o tempo e fui para o TERCEIRÃO. Como me sentia importante. Passei no vestibular, caloura de Direito! 
No início não entendia nada... O  que era o Direito Romano? O tempo passou e veio a formatura inesquecível. Logo comecei a trabalhar com meu pai. Quanta dúvida tinha... Para cada uma delas houve o seu esclarecimento. Queria mudar o mundo com minhas idéias... 
Passados uns anos vieram os filhos. Cada gravidez foi uma experiência. Cada nascimento um novo aprendizado sobre a plenitude feminina de ser mãe. Eduardo e Vítor são a minha razão de viver, os meus amores eternos.
 A andança não parou por aí não, residi em Santo Ângelo/RS e depois em Ponta Grossa. Há exatamente pouco mais de um ano voltei para Curitiba, com os filhos nos braços e mudança nas costas, pronta para recomeçar.
Cada um de vocês que está aqui hoje tem uma importância grande neste meu caminhar. A meus pais agradeço sempre a ajuda desmedida e os sábios conselhos. Minhas irmãs (lembram da gente "A Esquadrilha da Fumaça"?) quantas coisas já passamos, entendo q a maturidade nos trouxe mais elos cada vez mais enraizados. Lucas sobrinho querido! Logo chega mais um bebê. Quanta felicidade nesta família que está aumentando! Cunhados sempre atenciosos... Agradeço a presença de todos os meus familiares, aos amigos de velha e de nova jornada. Meu muito obrigado também para Claudinéia, Emília, Claudia e Célio que sempre dispostos contribuíram para a realização deste encontro de amigos. Todos vocês são muito importantes na minha vida. Obrigada pela presença. Finalizo com estes dizeres do imortal poeta português Fernando Pessoa:

“Deus quer,
O homem sonha,
A obra nasce”.


Renata Christina Machado de Oliveira
Enviado por Renata Christina Machado de Oliveira em 19/10/2007
Reeditado em 23/10/2007
Código do texto: T701040
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Renata Christina Machado de Oliveira
Curitiba - Paraná - Brasil, 41 anos
619 textos (83714 leituras)
6 áudios (4797 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/14 01:26)