CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Homenagem aos Mestres - Formatura de Medicina PUC-PR agosto de 2007

Mais que estrutura física e tecnologia uma universidade é construída por seus professores. São eles, nossos mestres, os alicerces do ensino e responsáveis por termos recebidos o grau de médico hoje. Quem conhece um estudante de medicina sabe que ele estuda por muitos livros, mas o conhecimento necessário para se tornar um bom médico não se encontra apenas nos livros. Muitas vezes numa conversa de corredor após uma aula o nosso mestre nos aponta o maior ensinamento: o amor pelo paciente e a fé no ser humano.

A ética médica tantas vezes debatida pela mídia não pode ser ensinada. Ela é demonstrada. Sim, nossos mestres são nossos exemplos. Sua maneira de se referir aos colegas de profissão, de falar com o paciente e até mesmo a maneira como orientava seus residentes tudo era observado por nós que tentamos absorver o máximo possível de nossos professores. Dessa maneira durante a faculdade até mesmo os maus professores serviram de exemplo, para que valorizássemos ainda mais os grandes mestres e para que soubéssemos que tipo de profissional não gostaríamos de ser.

O amor pela arte de ensinar que nossos mestres apresentam nos impressiona. Sabemos que eles trocaram atividades mais rentáveis, e infelizmente por vezes mais valorizadas pela sociedade para nos preparar para a carreira médica. Diante de tantos tratamentos expostos em livros e de uma tecnologia que não alcança todos os brasileiros como podemos nós tão ingênuos ainda na ciência médica decidir pelo melhor tratamento? A medicina baseada em evidências pode ser doutrinária se não for aliada à experiência. É a experiência de nossos mestres que traduz a literatura médica para que possamos praticar a melhor medicina ao nosso paciente, adaptada a realidade em que vivemos.

Nossos mestres abrem nossos olhos, expandem nossos horizontes. Desmistificam a imagem que tínhamos da medicina. Eles nos apontam as dificuldades que eles encontraram quando jovens e nos mostram aquele pequeno segredo para o sucesso. Um mestre não esconde suas armas, um mestre ensina a lutar.

Um mestre é sábio. Sabe como atingir jovens como nós para que nos apaixonemos pela medicina, assim como um dia alguém os despertou essa mesma paixão. Aliás, um dos ensinamentos do mestre é a humildade, ele sempre aponta um outro mestre que o ensinou, assim como ele faz agora. O verdadeiro mestre defende seu aprendiz. Ele luta por nossos ideais como se fossem dele, pois sabe que ainda somos fracos frente a algumas adversidades da vida.

O mestre fica nas coxias, assistindo o seu aprendiz e orientando o seu crescimento. Hoje tentamos colocar no palco alguns desses mestres (não haveria espaço para todos os que gostaríamos) para que nossos pais, amigos e familiares os vejam e saibam que queremos ser um dia médicos como eles.

Professores, mestres, exemplos e por vezes amigos:
—Obrigado por nos inspirar e nos motivar. Esperamos fazer valer o seu esforço, esperamos que um dia se orgulhem de nós!
Aline von Bahten
Enviado por Aline von Bahten em 22/02/2008
Reeditado em 22/02/2008
Código do texto: T870996

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Aline von Bahten). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Aline von Bahten
Curitiba - Paraná - Brasil, 31 anos
52 textos (49224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/07/14 14:55)