Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DUETO  IN ACRÓSTICO

"ÐäMå Ðë ÑëG®ö"  & PCoelho

VIVENDO DE AMOR § PARA TODO O SEMPRE


VIVENDO DE AMOR 

V-agando em meus sonhos
I-maginado belezas infindas
V-ida que flue
E-moção continua
N-ascimento de um novo eu
D-ominado pela paixão
O-ntem lágrimas hoje vida

D-evaneios múltiplos
E-speranças reforçadas

A-mor sereno
M-ansidão em meu olhar
O-uvindo o grito do amor
R-esnascendo em minh'alma 

"ÐäMå Ðë ÑëG®ö"


PARA TODO O SEMPRE

P-arece ecoar aos ventos
A-quele grito que não acaba nunca
R-oda moinho de prazeres
À-s vezes abafam meus lamentos

T-antos carinhos tantos desejos
O-ntem lágrimas sentidas
D-iante de um desencontro hoje
O-s teus beijos tua vinda E

O-s toques as carícias que passeiam em meus

S-eios procuram esconderijos acham abrigos
E-nrosco-me enlouqueço-me
M-uitas vezes Muitas vezes
P-arece que esse amor tão intenso ficará mesmo
R-egistrado pra sempre
E-terno na imensidão de nossas vidas 

PCoelho

***

PCoelho 

Publicado no Recanto das Letras em 14/02/2006 

***

Para o Amigo e Poeta PCoelho,

È para mim uma enorme satisfação
ter um dueto com você.
Ainda mais sendo uma inovação, 
tenha a certeza que todas vão adorar  
a sua maravilhosa idéia,
teremos muitos 
" DUETO IN ACRÓSTICO". 

Beijos em sua alma.

"ÐäMå Ðë ÑëG®ö"

***
Dama De Negro e PCoelho
Enviado por Dama De Negro em 14/02/2006
Reeditado em 25/05/2012
Código do texto: T111810

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146153 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:54)
Dama De Negro