Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Sobremesa, vinho e você...



Abri aquele botão da blusa

um acima de onde começa o soutien...

noto que aparecem as curvas dos meus seios

e não me importo.

Teu olhar me despe tanto

que encalorada, arregaço as mangas também.

Olhos nos olhos,

com a colherinha da sobremesa

sorvo e nem sinto que restou creme

em meus lábios.

Tu me olhas e passas a língua

avisando-me do acontecido sorrindo malicioso.

Autômata pego o guardanapo de linho branco

aperto devagar,

olho e noto que saiu o resto do baton,

pra que baton agora?

Nossos olhos não se separam,

abaixo os meus, num esforço tremendo

para ver se desconecto o ímã

que nos atrai um ao outro.

Quero servir-me de mais sobremesa,

onde estará o prato?

eu não consigo do teus olhos desgrudar.

Tu continuas também a me olhar ...

Bebes teu vinho lentamente,

e eu, mecanicamente o meu cálice

também pego

Ergues o teu copo, a brindar

sorrio timidamente e te encorajo a chegar.

Tomas teu paletó, devagar te aproximas

e pedes licença para comigo sentar...

o resto?....

Você, como eu, deve muito bem lembrar...

Kate Weiss
Publicado no Recanto das Letras em 06/02/2006




Você, sobre a mesa...
 

Kate Weiss - ( em figura masculina)


Abri com os olhos, aquele botão da blusa
um abaixo de onde termina seu soutien..
as curvas dos seus seios saltaram
não me importo com mais nada e ninguém.

Na tela dos seus olhos você desfila seu tesão
sua pele arrepiada quer a expulsão da blusa
meus olhos traduzem os sentimentos que as palavras não conseguem
eles assistem ao ballet da colherzinha versus sua língua
sua boca degusta o mais pura "chantily" cremoso e consistente
escorre nos teus lábios pequena prova de amor total .

Você me olha tal qual criança
ainda com a boca melada
querendo mais sorvete
você sorri com os olhos que dizem:
foi bom, quero mais !


Encosta suavemente o guardanapo
como um perito detetive
recolhe a prova do bem querer
assim como desejasse mostrar ou provar para alguém:
ta aqui: acredita agora?

Encosta devagar
e vê o "chantily" "arroseado" do seu baton.
Queria eternizado numa foto ou pintura
a expressão de paz e felicidade
que seus lábios tremulos esboçam..


Meus olhos assistem a "grandiloqüencia"
deste momento mágico
na tela dos teus olhos.
Olho de novo pra onde estava aquele botão
minha mão é atraída como um imã
cola num "monte" enquanto olho o outro gêmeo..


Você é minha sobremesa
dispenso o prato:
sei usar minha colher
meus olhos rodopiam pela mesa toda...
Teus olhos parecem dizer aos meus:
sou sua sobremesa, me deguste!!


Meus lábios imaginam degustar seu nectar
direto da fonte, meu cálice se encontra com o teu
depois do tim tim, te convido pra dançar.

Tiro meu paletó
e peço, exijo: Vem!!!!
Não conseguimos esquecer 
aquele momento mágico, divino 
as estrelas piscando
a lua prateando o mar, a música a tocar
e a gente a dançar. 
E não lembro de esquecer
e nem esqueço de lembrar
"eram dois pra lá dois pra cá".. 

·.¸¸.·´´¯`··._.· `·.¸¸.·´´¯`··._.· 





Kate Weiss
Enviado por Kate Weiss em 05/04/2006
Reeditado em 15/11/2010
Código do texto: T134429
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Kate Weiss
Caxias do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil
1240 textos (464676 leituras)
49 áudios (17379 audições)
167 e-livros (427963 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:46)
Kate Weiss

Site do Escritor