Capa
Cadastro
Textos
┴udios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

F˙ria - Ivete Tayar e Desisto de Poetar - Suelydam - Insisto em Poetar! - Lina Rocha & TRIEDRO Autorizado Que Muito Me Honra

Ivete Tayar

Poesia mal-dita
Agora quem dá às ordens
sou eu!
Nos versos e rimas
meu destino teceu
Ah! Quantos dissabores
a poesia me deu
Não tenho medo de
me envenenar
É muito mais salutar
O fel pode degustar
Quero a realidade nua e crua
Rejeito o beijo de fel
do tal verbo amar
Esqueço que existe uma
palavra chamada  sonhar
Não preciso do falso
brilho do luar
Não quero mais saber
de poetar
Danem-se as vãs  filosofias
Apunhalo a hipocrisia
Sujo a nostalgia
Piso nas utopias
Escarro nas fantasias
Rasgo as felpas da poesia
Poesia Mal-dita
   
********

DESISTO DE POETAR!
 
Suelydam
 
Estou de mal de mim mesma
a poesia já não faz tanto sentido
eu adorava por nas linhas sentimentos
e  hoje não quero mais, desisto!

 
Eu queria escrever de amor,
mas falar de amor fere alguns
falar de guerra, aproveita-se mais
mas eu não tiro proveito nenhum

 
Se escrevemos de amor e paz
dizem que falamos e não exercemos
se entramos nos conflitos atuais
é porque piramos ou enlouquecemos

 
Vou amar de outra forma
vou usar meu carinho e estesia
trabalhar nas imagens que adoro
e fazer de minha arte... poesia

 
Então para que falar de amor
para que falar de paz
se na guerra ganha-se mais
então, suelydam, aqui jaz...


********

INSISTO EM POETAR!

Lina Rocha

POESIA , DOCE VENENO QUE CORRE EM MINHAS VEIAS.....
VENENO QUE NÃO MATA!
VENENO QUE NOS FAZ AMAR....PENSAR...SONHAR
QUE O MUNDO HÁ DE MELHORAR!
E POR ISSO MESMO SEM SER...
INSISTO EM POETAR!



Ive, seu poetar é lindo! Inspira aos outros e só isto, já é o bastante!
um grande beijo!
 


Direitos Autorais Reservado
Lei nº 9.610
Ive
Enviado por Ive em 06/05/2006
Reeditado em 08/05/2006
Cˇdigo do texto: T151236
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
217 textos ( leituras)
(estatÝsticas atualizadas diariamente - ˙ltima atualizašŃo em 05/12/16 00:45)