Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Moça c/ amigo Fernando Costa

Entrelace

MOÇA
Fernando Costa
Guida Linhares
 
F
Menina moça,
menina mulher...
Não importa o que sejas...
Serás sempre
a minha menina...
 
G
Moço menino
menino homem...
Me importa quem sejas
poderás ser,
quem sabe
o meu menino...
 
F
Levada, sapeca,
risonha e moleca...
És uma menina,
tu sempre o serás.
 
G
Com teu encanto,
com teu carisma
conquistastes
a minha estima.
 
F
Não importa sua idade,
pois sua verdade,
é mais importante
que a realidade.
 
G
Na minha verdade
há muitas ilusões
independe da idade,
só de corações.
 
F
Este teu ar infante,
que trazes no rosto,
sempre disposto,
mostrando alegria,
um feliz semblante,
que nos contagia.
 
G
Prezo a alegria
do novo amanhecer
brindo na sintonia
do rejuvenescer.
 
F
Não mude, mulher...
Continue assim,
seus olhos brilhantes,
tal qual diamantes,
seus lábios carmim.
 
G
No arco íris da amizade
te encontrei
no carinho que reluz
teu olhar vaguei
na mágica que seduz.
 
F
Pareces menina,
mas, és a mulher
Mulher que me encanta...
Mulher que seduz ...
Mulher que fascina...
 
G
Sou apenas
alguém em busca
da árvore dourada
de lindos pomos,
que nunca está
onde supomos,
mas quem sabe
onde ainda
não a procuramos.
 
****
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 04/07/2006
Reeditado em 10/10/2006
Código do texto: T187723
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:14)
Guida Linhares

Site do Escritor