Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

elo poético

Aceita-me como teu,
nos verões, nos invernos,
nas lágrimas, nos sorrisos,
nas sombras das árvores,
nos lugares antigos,
nas horas de remanso,
como no cantar das tempestades?

Aceita-me como teu homem, teu poeta,
a acompanhar-te pela estrada do tempo,
em aliança azul, com o Sagrado do firmamento?


&


aceito-te nas paragens de luares,
nos embarques e desembarques das estações

aceito-te à sombra fresca
das ramas ou no calor das solidões

aceito-te nas agitações da procela
ou na quietude das ondas

aceito-te em tua 'frágil idade'
ou no vigor de tu'alma.

aceito-te: meu...


jamf & me - 03 de abril de 2.006.



ESCAPULÁRIO

"No Pão de Açúcar
De Cada Dia
Dai-nos Senhor
A Poesia
De Cada Dia"

Oswald de Andrade


marcia eduarda
Enviado por marcia eduarda em 31/07/2006
Reeditado em 31/07/2006
Código do texto: T206073

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (márcia eduarda®). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marcia eduarda
São Paulo - São Paulo - Brasil
534 textos (16560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:59)
marcia eduarda