Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu refúgio

Pessoas muito fechadas
Se escondem atrás do humor,da elegância ou do cinismo
Para não tranparecer seus sentimetos
E não serem julgados por seus lamentos

*******************************************

Uma fortaleza eles costroem
Durante o dia ...sorrisos fingidos
Mas por trás de seu refúgio
Escondem um coração partido

*******************************************

Mas não importa o que aconteça
Não temem o romance e sim a decepção
Se entregar de cabeça
E iludir seu coração

********************************************

Não aguentam mais sofrer
Sua vida é um tormento
Ninguém consegue perceber
O mal que lhe causaram...seu pesar

********************************************

Nos escondemos e temos medo
Que alguém possa nos descobrir
Em nosso refúgio adormecido
Em que sorrimos e passamos por desentendidos

********************************************

Ninguém nunca vai entender
Minha dor...o meu pesar
Ninguém nunca vai sentir...o que senti
Então pra que insiste em perguntar?

*********************************************


Mas mesmo que seja cedo...pode chegar alguém
Que adentre em minha fortaleza
Talvez será tarde
Já que minha vida é uma tristeza

**********************************************

O começo de uma nova caminhada
Tentando reviver
Bons momentos nessa estrada
Queremos poder conhecer

**********************************************

Um sorriso sem ser fingido...
Uma lágrima de emoção...
Palavras com sentido...
E a paz no meu coração...


RAISA
********
Iara Luna
Liask
Enviado por Liask em 04/08/2006
Reeditado em 22/06/2012
Código do texto: T209291
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Liask
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 26 anos
99 textos (30728 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:16)