Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ETERNAMENTE

Eu te amarei sempre...
de alguma forma diferente.
Em cada dia, a cada entardecer,
em noites ocultas de desejos;
tocando seus lábios em suaves beijos...
Desejo,carinho, abraço,
consumindo um coração.
Entrego minha boca a sua,
transformando nossas almas,
em uma só emoção, corpos entrelaçados,
quero sentir no apogeu;
tua alma, teu corpo, teus braços.
Quero morrer de cansaço,
amando-te ao luar ,dois corpos,
uma só alma, um só coração.
Seguindo a tua paixão,
tomar seu corpo junto ao meu,
despir-te em meu desejo
tomar conta do que é meu.
No arco-íris da vida, pintar duas crianças queridas,
filhos santos amados por nós e por Deus.
No útero materno de Deus,
frutos de um amor.
Hoje tão de repente encontro-me,
tão docemente em teus olhos,
janelas da alma que revelam seu ser.
Em noites de lua cheia,
amar-te na grama do nosso jardim,
Morder-te os lábios...
tomar conta de seu corpo;
seu corpo é meu desejo, sua alma meu destino.

Fernanda Gui & Aeternus Discipulus
Fernanda Gui
Enviado por Fernanda Gui em 28/08/2006
Código do texto: T226980
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Gui
São Paulo - São Paulo - Brasil
92 textos (8073 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:15)
Fernanda Gui