Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Insanidade Poética

O poeta ama,
Com loucuras e desejos e ilusões.

Amando sofre.
E cresce o amor, mais um pouco.

Sofrendo vive.
E realiza desejos sem medos

Vivendo "enlouquece".
e os grandes desatinos são as maiores paixões

Enlouquecendo escreve,
Ilusões, realidades e contos.

Escrevendo poeta.
Liberta-se das insanidades

Poetando exorciza fantasma.
E afasta saudades

Exorcizando limpa a alma
E acalma-se

Limpando a alma sonha,
com as realidades

Sonhando volta a amar,
aquele amor insano

Amando "enlouquece" outra vez...
Torna-se profano e louco novamente!


Denise Severgnini*//Elliana Alves.*

*Duas "loucas" mergulhadas na sanidade das palavras.


Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 31/08/2006
Código do texto: T229764

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916754 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:19)
Denise Severgnini