Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ausência das Flores ZENA MACIEL& AFETUOSAMENTE ASSIM BY Luiz Poeta




Cubro-me com as folhas
secas do tempo
Vôo nas asas do vento
Acostumo-me  a viver
com a ausência das flores


Apago velhas fantasias
que bordavam os verdes dias
da colcha  da ilusão
Despeço-me das utopias

Fecho as cancelas do passado
Acordo o enrugado coração
Visto-o com o véu do imaginário
Liberto-me das garras da solidão!

Sobrevôo  as esquinas do dor
A alma dou novo alento
Exilo-me nos lençóis
macios  do bendito amor

Recife-PE



&


AFETUOSAMENTE ASSIM
Luiz Poeta ( sbacem-rj ) - Luiz Gilberto de Barros


É assim, liricamente assim,
que  eu gosto de te ver...
Leve, com teus olhos
- mesmo cerrados -
enxergando o que há de mais humano no infinito...

É assim, especialmente assim,
 que eu gosto de te sentir...
Pousada na pétala da vida como um perfume,
mostrando tua cor mais pura,
tua pureza mais tenra,
teu amor mais sublime...

É assim, afetuosamente assim,
 que eu gosto de te lembrar...
Sorrindo para a vida que,
como um vento brando,
Te embala,
te pulsa,
te chama,
te espalha
no Sol
de cada manhã...
do meu coração.

...
Zena Maciel
Enviado por Zena Maciel em 29/09/2006
Código do texto: T252644
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zena Maciel
Jaboatão dos Guararapes - Pernambuco - Brasil
239 textos (6626 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:30)
Zena Maciel