Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palácio dos Afetos // Silêncio que Acalma

Dueto // POETISA DA SAUDADE//WILSON CARLOS


Toma o vinho do meu corpo e diz
que sou a tua rosa de AMOR.
No aconchego dos teus braços quero
saciar a minha liberdade de viver.

Chegas de mansinho com a lua
bailando nos teus olhos, e eu,
timida, procuro a tua ternura.

Aos teus olhos tenho necessidade
de falar de AMOR,
porque estar contigo
neste silêncio talhado de paixão
é imperioso as palavras de AMOR.

Meu corpo navega nas tuas páginas de poesia
e na distância dos espaços, reconheço
as tuas palavras de ternura e paixão...


Poetisa da saudade



Silêncio que acalma


Nesse vinho quero embriagar-me.
Sorver cada gota aromatizada,
Doce essência de pétalas de rosas.

Tu és uma rosa aveludada.
Tu és um buquet em formosura,
Perfumando e colorindo o meu viver.

No aconchego do teu recanto, no meio
dos cetins macios, quero cobri-la de
Beijos. Entrelaçada em meus braços,
Saciar tua fome de prazer.

Aos teus olhos, liberdade e nudez.
E no âmago da alma, acolher-te.
Viajar no espaço, alado à minha poesia,
e no silêncio que acalma, a vida entregar-te...



19/09/06
Wilcaro Pastor
Enviado por Wilcaro Pastor em 01/10/2006
Código do texto: T253501
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilcaro Pastor
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
489 textos (37607 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:10)
Wilcaro Pastor