Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FUGA DO ENCANTAMENTO - Dueto com Roger Beier

A FUGA DO ENCANTAMENTO - Aldo Lopes

Desatento, viajo sem talento
Tento fugir do meu tormento
Vento frio sopra como alento
Pensamento voa, eu lamento.

Acorrento então o sofrimento
Atento, ignoro meu desalento
Enfrento sem dó tal momento
Invento ser um ser sonolento!


O RETORNO DO ENCANTAMENTO - Roger Beier

Se foi contigo todo aquele encantamento,
junto ao sopro do minuano vento,
deixando-me apenas o desalento.

Lamento, sim, mas não me rendo.
Luto contra este gélido vento,
que não se rende somente ao abatimento.

Enfrento, resisto, me arrebento.
Clamo por ajuda ao firmamento:
um fomento para resistir ao pernicioso vento.

E de tanto insistir, como em reconhecimento,
Sinto as cálidas lufadas do suão vento,
Trazendo consigo a paixão, um novo alento,
Retorno de todo aquele encantamento.



AO POETA ROGER, O MEU AGRADECIMENTO!

Quem tem amigos, nunca perece em isolamento,
Nunca é vencido pelas agruras do mau momento.
Recebe a luz e a força de quem esbanja talento
E cuja verve poética não o abandona ao relento.

Roger acertou em cheio o fugidio encantamento,
Já que o traiçoeiro escapava em acovardamento.
Livrou-me das lufas malédicas dum vil agourento
Em sábias palavras exorcizou de vez o lazarento!

(Aldo Lopes – 06/10/2006)
Aldo Lopes
Enviado por Aldo Lopes em 06/10/2006
Reeditado em 07/10/2006
Código do texto: T258148

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Aldo Lopes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldo Lopes
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
416 textos (37921 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 12:00)
Aldo Lopes