Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALGUÉM FECHOU O CORAÇÃO - Joyce Lu@zul & Baby®


A lixeira é depositária de poesias
Que já foram partes dos muitos dias...
Conta de "e-mail" falava o mesmo idioma.
Hoje do teatro encenado nada mais soma. (Joyce)

Diminui as esperanças
Distorce as lembranças
E o que era vibrante alegria,
Passa a ser profunda nostalgia (Baby®)

Agora virtualidade não rima com realidade,
Que não rima com saudade e felicidade.
Verbo no passado-Amou e foi amada.
Conta de e-mail na lista foi deletada. (Joyce)

Assim como foi deletada a amizade
Num ato de extrema insensibilidade
Apagando da boca, o sorriso
De repente, sem nenhum prévio aviso (Baby®)

Cautela  na "Net" é o norte na nova sessão.
Prenúncio que alguém fechou o coração.
Coração “internético”, caixa postal lotada.
Verbo no futuro - amará e será amada. (Joyce)

Necessário se faz agora, filtrar as mensagens
Mesmo sendo banais, pequenas bobagens,
Para não retornarem de repente
Por "mail box full", simplesmente... (Baby®)

Nova lua azul se aproxima muito tímida
E com ela a fênix... Esperança de nova vida.
Há nos céus, na terra, no mar e no ar
Sinais luminosos que nunca é tarde para amar. (Joyce)

Pois a fé no futuro é persistente
E chega de mansinho, sorrateiramente
Embelezando a vida com a luz do amor
Espantando a solidão e a dor...

 

Joyce-Lu@zul
Sônia Maria Grillo - Baby®

 

Porto Alegre(RS) ....algum dia
Vitória(ES)... algum dia
01.11.2006

Baby
Enviado por Baby em 03/11/2006
Código do texto: T281428
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21959 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:59)
Baby