Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Lenita e Silasol



Ah quão longa tem sido a espera.
Às vezes o tempo não passa...
A ansiedade nos invade...
Querendo nos assustar.

Mas, de repente...
Não mais que de repente...
Uma notícia...
Felicidade nos traz.

Pensamos...
Valeu a pena esperar.
Então agora...
Não importa o tempo...
Não importa a hora
Que tenho de esperar.
                       (Lenita)

Eu espero o quanto for preciso
não importa o tempo que passar
Se o prêmio for um sorriso
valeu a pena esperar 
                      (Silasol)



Quanto tempo fiquei distante.
Quantas maravilhas perdi.
Mas pra recuperar o tempo...
Os teus textos lí. 
                              (Lenita) 

Naõ sei dizer ao certo
se você perdeu ou ganhou.
Mas com você por perto
Minha alegria voltou. 
                            (Silasol)


Lenita
Enviado por Lenita em 04/11/2006
Reeditado em 14/11/2006
Código do texto: T281734
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lenita
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
152 textos (12876 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:24)
Lenita