Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DUETO: "Me chama que eu vou X "Então vem..."

Me chama que eu vou (Ivan carvalho)

Hoje eu te quero
Todinha pra mim
Me embriagar de você
Minha boca a tua
Envolver-te nos meus braços
Alterar tua geografia
Com carícias e toques
Juntar meu suor ao teu
Numa cascata de amor
Sentir prazeres sem fim
Delirar, delirar
E quando te sentires saciada
Lambuzada de mim
Deita no meu peito
Que ainda pulsa de você
Toca meu corpo molhado
Me fala ao ouvido
Bobagens de amor
Me diz quero mais
Me chama que eu vou!

Então... Vem! (Elizabeth Misciasci)

Se lançar o chamado
Atestando um querer
Expansiva me faz,
Sendo fala revelada,
Breve relato onde me delato.
Mútuo sentimento
Feito porto seguro
Que na ausência se afoga
Num mergulho de Saudade.
Sem ilusão, pés no chão
Réu confesso no olhar
Frutos dos descaminhos
Que de tantos prantos
Confidentes nos tornamos.
Renascendo das vidas passadas
Recolhendo os cacos
Os sonhos despedaçados
Somos somas, amor perfeito.
Hoje eu te quero assim
Como no primeiro toque
Dois corações mesmo dialeto
Mistura de suor e lágrimas.
Deito no teu peito e me abraça
Falo bobagens em seu ouvido
Meu batom marcando tua boca
E entre carícias devaneios
Em frenesi... Só delírio.
Certifico o meu querer
Hoje te quero aqui!
E se é pra chamar, não irei me furtar...
Então... Vem!

IVAN CARVALHO
Enviado por IVAN CARVALHO em 08/11/2006
Reeditado em 08/11/2006
Código do texto: T285386
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
IVAN CARVALHO
Belém - Pará - Brasil, 51 anos
49 textos (4187 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:58)