Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOMBRAS DO PASSADO (Dueto com Miriam Torres)

(Miriam Torres e Mario Roberto Guimarães)

Nem tente entender meus sentimentos,
Não lhe será possível,
São tormentos meus,
Um cáos indefinível.
 
Já sem forças, deixo o desânimo entrar,
Tomar conta da minha alma
E nem caminho mais,
Foi-se a calma.
 
Imóvel no meu canto,
A cultivar lembranças...
No escuro, não vejo,
Nem alimento esperanças,
Não cobro melhoras
De mim, ou do destino.
 
Nesse instante não sou nada,
Um vazio se estabeleceu.
 
As lembranças foram
Sem que eu percebesse,
As lágrimas estão aqui
No murmúrio de uma prece.
 
Junto a esse desespero
Agregam-se ilusões,
Tomaram conta do lugar
Que, dantes, abrigava paixões.
 
Os sonhos estão distantes,
Levados pelas asas do vento,
Quase nem os vejo mais,
A servir-me de alento.
 
Tento esquecer a dor,
A saudade e o frio,
Que nesse domínio
Inexorável e sombrio
Tomou conta do meu ser
Ao seu inteiro alvedrio.

Já não há emoção
Nas coisas que faço,
Sigo sozinha,
Sou escravo do embaraço.
 
Vou de um lado pra outro
No pequeno espaço
Do quarto escuro
Que me abriga
Dessa noite fria,
Embora amiga,
Desse dia sombrio
Que me isola e intriga.

Este dueto tem versos alternados, sendo os versos ímpares de Miriam e os pares de Mario.
Mario Roberto Guimarães
Enviado por Mario Roberto Guimarães em 28/11/2006
Reeditado em 30/06/2009
Código do texto: T303368
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mario Roberto Guimarães
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
1952 textos (229699 leituras)
2 áudios (624 audições)
1 e-livros (650 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:28)
Mario Roberto Guimarães