Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Constatação/Revelação

CONSTATAÇÃO
Guida Linhares
 

 
Quando chegaste a mim,
com teus olhos de mel,
me ofertando jardins,
em cantoneiras no céu.
 
Quando me abraçaste,
com as mãos quentes,
e ofegante revelaste,
a tua paixão ardente.
 
Quando nossos lábios,
tocaram-se sofregamente,
tirando os ressábios,
da tristeza recorrente.
 
Quando o sonhar persiste,
arrebatando o coração...
Sentimos que o amor existe,
vindo enfim a constatação!

Santos, SP
29/11/06

Dueto em resposta ao poema

REVELAÇÃO
Tarcísio R. Costa

Cria-se um lindo momento...

Quando o amor é a ponte entre dois corações,

Quando duas almas unem-se em uma só,

Quando a saudade é sentida numa ausência

Quando misturam-se as emoções,

Quando fluem preocupações,

Quando procuramos nossas verdades,

Quando são únicas as nossas realidades,

Quando acordamos, lembrando de um amor,

Quando não se separam dois corações...

Quando resolvo visitar um jardim

Quando lá,  sinto-te nas flores,

Quando se vive, assim,

cheio de amor

 
Brasilia/DF

Respeite os direitos autorais
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 30/11/2006
Reeditado em 03/12/2006
Código do texto: T305362
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:54)
Guida Linhares

Site do Escritor