Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATÉ QUANDO?

Até quando?
ontem foram duzentos
talvez mais, talvez menos
hoje é a dor
 multiplicada por duzentos
 talvez mais, talvez menos
Até quando meu Deus?
lágrimas e o sangue derramado
em fogo que queima a alma
ferida aberta que não cicatriza
Vergonha, medo, tristeza
até quando?
 
Sapeka
muito triste
 
18/07/2007
 
 
Respondendo para você poeta e amiga querida...
 

ATÉ QUANDO? 

Até quando o homem permitir
que assim seja.
Até quando o homem consentir apenas em sonhar e desejar, somente com o que é individual, sem aspirar o coletivo.
Para que isto aconteça é necessário
ter consciência da ética e da moral,
do entendimento da inter-relação de todos com tudo e com o Todo.
É preciso do respeito com a vida na sua totalidade.
É indispensável entender que os fatos acontecem pelo atos, que deveriam ser
distinguidos por toda a humanidade, se são atos, provenientes do bem que habita o coração, ou,  são atos provenientes do ego, que habita na ganância, no poder, na riqueza exterior.
Com a certeza que todos os atos advém  de dentro para fora, só quem o pratica pode avaliar.
Por isso cada um de nós é responsável, por tudo que ainda acontece.
Deus, nada mais tem a ver com isto.
Apenas com a compreensão de cada ser humano, da necessidade que tem em ser bom, e que para ser bom, é preciso fazer o bem, pode-se terminar com as fatalidades desnecessárias, com os sentimentos negativos, do medo, da injustiça, da vergonha e da tristeza.
Ser bom e fazer o bem, em todas as situações, espontâneamente, com atitudes, não apenas moralmente louváveis, mas sim com atitudes eticamante boas.
Essas atitudes, eticamente boas, consistem na harmonia da consciência individual, com a consciência Universal, que podemos chamar de Deus ou divindade.
Tudo é bom, quando é bom para si próprio, para o próximo e para o Cosmo.
Por isso, do existir.
Utópico? Ilusório?
-Acredito que não, apenas uma questão de lucidez, de determinação, de localização do foco de onde está o nosso objetivo a ser atingido, pois apenas quem sabe o que quer, sabe o caminho a percorrer.
Então, fica aqui outra indagação: 
Até quando, eu, você, nós,  perguntaremos para Deus:
Até quando?
 
Sandra lúcia Ceccon Perazzo
(Sperazzo)
19/07/2007

Imagem by Sapeka
Sperazzo
Enviado por Sperazzo em 24/08/2007
Código do texto: T621114
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sperazzo
São Paulo - São Paulo - Brasil
303 textos (25641 leituras)
33 áudios (1131 audições)
1 e-livros (88 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 13:51)
Sperazzo

Site do Escritor