Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Doce Revelar

A noite quente,
imprópria para o vestido
Aonde o busto ardente,
ficava escondido

Curvas que definem
Partes que outrora secretas
"Que belo corpo!",eles dizem
E se excitam, pois é discreta

E ela caminha,
sabendo que muitos a desejam
Anda sozinha,
mexendo nos cabelos para que vejam

Em meio ao luar
Seu corpo é despido
E se reflete no mar
A cena do proibido

O amante sem rosto,
à faz delirar,
Beija sua boca, seu corpo,
até aonde ela queria chegar

Ela sem máscaras se revela
O momento é delirante
Ela se mostra inteiramente bela
Talvez o ser mais excitante

Os cheiros se confundem
Nos doces gemidos
Desabrocham e se unem
Em movimentos quase rotativos

E no cume de sua beleza,
ela revela-se para o mundo
Mostra toda a sua realeza
num último gemido profundo

Carol Viana / Paulo Gomes
Paulo Gomes
Enviado por Paulo Gomes em 29/08/2007
Reeditado em 07/09/2007
Código do texto: T629423
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Gomes
São Paulo - São Paulo - Brasil, 30 anos
107 textos (3124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 21:16)
Paulo Gomes