Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FÊNIX



Não vou chorar, prometo // contudo
Vivi por ti, esqueci de mim // agindo de acordo
Eras o céu, a terra, o infinito // imediatamente
Minha flor, meu jasmim // acontecido...

Infelizmente tudo teve fim // (fé de cegos)
Desdenhaste do meu amor // graça derrotada
Deixaste-me largada, aos confins // por causa disso!
Mas há quem me de valor. // Ocorre-te?

Vou recomeçar longe de ti // longe do sofrimento
Preciso ir agora, sair de tua vida // mas não do espanto
Derramar o pranto que engoli // há de ser vivido!
Com a alma lavada, renovada // me alimento
Alçarei outros vôos, uma fênix // início do fim...
A buscar outro bem e ser saciada! // Início da Mente... 

Tânia Mara Camargo // Miguel


Miguel Eduardo Gonçalves
Enviado por Miguel Eduardo Gonçalves em 01/09/2007
Reeditado em 01/09/2007
Código do texto: T634365
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Eduardo Gonçalves
São Paulo - São Paulo - Brasil
1001 textos (32554 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 07:59)
Miguel Eduardo Gonçalves