Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Cegueira

***
As frases sem nada antes delas: Homem
As frases com '-' antes delas: Mulher
As frases com '>' antes delas: Os Dois
***

/*  Por favor, fechem os olhos...
 *  Dizem as más línguas que os amores são cegos
 *  eu diria que Cego é o medo
 *  e que cegueira e medo são sentimentos tão frios quanto o inverno
 *  é... dizem que o amor é cego...
 *  mas se for assim, nunca mais verei a luz de outros olhos
 *  -- Com vocês, minha cegueira
 */

-Minha Cegueira

que minha insanidade se justifique
que minha tristeza se evapore
que minha força se estique
que minha voz se esgote

-Eu vejo medo em seus olhos...

olhos,
que sorriem em meio a lágrimas...
que se fingem fortes perante as mágoas...
que se arregalam com cada surpresa...
que enfim se calam quando tem certeza...

-Eu vejo olhos em seus medos...

vim pra calar seus sorrisos
vim pra falar em seus ouvidos
vim pra tremer as suas pernas
vim pra mudar suas idéias...

-eu tenho medo dos teus olhos...

Olhos cegos não vêem o precipício
Olhos cobertos não enxergam obstáculos
Olhos molhados me estimulam o raciocínio
Olhos cegos estão só apaixonados?

-meus olhos cegos de medo...

medo talvez de tropeçar
medo de nunca mais te encontrar
medo de minha vida acabar
medo de você não me escutar

-Cegos são os que temem os olhos...

como temi um dia seus abraços
como tremi com voce em meus braços
como temo estabelecer nossos laços
como temo que isso acabe em fracasso

-Cegos!

Não percebem o quanto eu vejo?

-Cegos!

Não viram o que vocês fizeram?

-Cegos!

Não vão me afastar do que desejo!

-Cegos!

"O amor é cego" vocês disseram!

>Malditos Cegos!!!

agora é hora de seguir a minha razão

-cego na verdade pode ser o coração

mas a mente vê com brilho de primavera

-a mente vê o que será, o que é e o que era...

>/* Suspiro */

eu te amo

-então prove...

não posso

-o que te impede?

é o suor

-suor?

das minhas mãos...

-você parece distante

Só estou pensando um pouco

-e não vai conversar comigo?

O meu silencio diz mais do que devia

-É, talvez fale mesmo

por acaso você gosta do que o silencio diz?

-preferia ouvir da sua voz

/* segura mão dela */

-por que você está tremendo?

por olhar em seus olhos...

-o que tem eles?

tudo que me falta

-hahaha

Cegos...

-Cegos...

Nunca amaram

-Só invérnam

se apaixonam

-e se fecham

Mas o brilho teus olhos nos meus se espelha

-me olhando assim você me deixa vermelha

Derretendo paixão,
-medo e inverno

>fazendo nascer nosso amor eterno...

**

Foi meu primeiro dueto! Espero que não falte inspiração para fazer outro =)

Obrigado
Mauricio Leite
Enviado por Mauricio Leite em 02/09/2007
Reeditado em 05/09/2007
Código do texto: T634887
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor Maurício Leite) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauricio Leite
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 29 anos
58 textos (2742 leituras)
1 áudios (68 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 04:49)
Mauricio Leite