Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Céu Não Me Escuta ! e Fonte de Ternuras

O Céu Não Me Escuta !
Maria Thereza Neves

O céu, esparrama além do azul.
Minhas mãos em prece juntas
Só alcançam uma estrela do sul
Sem entender, descem lentas.

Grito das entranhas da terra
Nem as montanhas respondem.
Vivas, as esperanças enterro,
  Onde as sombras se escondem.

Levantar-me é quase um sonho
Ou um pesadelo sentido, aflito
Desta alma em eterno conflito.

Não há mais cerejeiras brancas.
As gaivotas fugiram do olhar do mar,
 Deixo-me flutuar sem asas e barcas.

09/09/07
*
Fonte de Ternuras
Maria Thereza Neves

Tu  sonora  fonte de  ternuras ,
Solfejas notas povoada de vento.
Perco-me rabiscando gravuras e
Asas dos pássaros em tempo lento.


Minha sede , debruça na poesia ,
Testemunha  fiel da minha pena,
Escalando dedos na tua sinfonia.
É tudo o que minha alma ordena.


Tua canção é doce como maresia,
As  vezes , tons perco  sonolenta.
Repetes novamente por teimosia.


Rastejo com passos leves, trocados
Em contínuo delírio , a alma presa,
Vestindo letras dos meus pecados.
9/09/07
Maria Thereza Neves
Enviado por Maria Thereza Neves em 10/09/2007
Código do texto: T645747
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Thereza Neves
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
3363 textos (91683 leituras)
6 e-livros (225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 06:29)
Maria Thereza Neves