Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALHAÇO DE MIM

PALHAÇO DE MIM
Jorge Linhaça

Tira a máscara palhaço,
deixa a lágrima rolar,
Palhaço do peito de aço
caminha no teu cadafalso
nos lábios o gosto do mar.

Deixa rolar a tristeza
em gotas salobras na face
baixou o pano, certeza,
esquece a tua grandeza
tira da cara o disfarce

Chora palhaço o teu pranto
ninguém há de o perceber
pranteia só, no teu canto,
esconde de todos o espanto
d'o palhaço também sofrer

&&&



 

CHORE PALHAÇO

 

Deixe de lado seu disfarce

esqueça a platéia lá fora

faça limpa a sua face

deixe que o palhaço chore

 

Chore toda sua tristeza

já não se faz necessário

esta sua falsa firmeza

longe do seu cenário

 

Já cumpriu o seu papel

arrancou risos, gargalhadas

agora retire este véu

que esconde lágrimas guardadas

 

Chore sem vergonha palhaço

você é de carne e osso

não é um homem de aço

não te exija mais esforço

 

O show por hora terminou

você pode ser real de fato

chore tudo que ainda não chorou

para enfrentar o próximo ato

 

Esta é a sua sina

ninguém te quer chorando

você somente fascina

enquanto está encenando

 

Célia Jardim

Jorge Linhaça
Enviado por Jorge Linhaça em 29/09/2007
Reeditado em 19/04/2012
Código do texto: T673669
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Linhaça
Salvador - Bahia - Brasil, 56 anos
3724 textos (723478 leituras)
95 áudios (13141 audições)
1 e-livros (277 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:04)
Jorge Linhaça