Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na loucura, na calmaria

Sem juras, nem planos
Só por hoje, ou por muitos anos
Que me tome completamente,
Que nosso amor seja transparente

Não vamos usar palavras
ou gestos que sejam em vão.
Vamos ser amor por inteiro,
comunicando até pelo cheiro.

Olhando-me verá minha alma,
Ao lhe olhar verei o que lhe vai no peito,
Será sem palavras, tudo perfeito
que vamos saborear nosso amor com calma.

Cercando-me com elogios
todos muito cheios de franca intensidade
alagados em murmúrio de insinuação
a qual adoro escutar sempre e sempre

Por fim que seja, sem palavras,
um amor transparente, sem máscaras,
despidos de vestes, abertos a alma
de noite, loucura, de dia, calma...

Estaremos tão unidos,que perderemos a identidade,
seremos único, um só ser, no amor e na dor,
na loucura, na calmaria, na procura e no encontro,
por toda eternidade.

(John, ML Frankust, Paulo Gomes e Rosa)
Mel L Frankust
Enviado por Mel L Frankust em 01/10/2007
Código do texto: T676270

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mel L Frankust
Goiânia - Goiás - Brasil
749 textos (34699 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 04:43)
Mel L Frankust