Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Segredo da EVA

 

Não lhe dei as flores

Que sonhei,

Nem os poemas que lhe escrevi.

              Mas as tuas flores

              Eu as plantei,

              E os teus poemas de amor

              Eu os li.

Guardei-os a sete chaves

No meu coração apaixonado.

              Mas as tuas chaves

              Eu as tenho guardado.

Calou-se no silencio

A voz dos meus sentimentos

Talvez tolos,

Mas sinceros.

             Calou-se no silencio

             A beleza dos momentos,

             Simples bolos

             Feitos de beijos.

Os beijos...

ah...os beijos!

Quedaram-se frágeis

Na palidez dos lábios

Que desconheceu o calor

Da sua boca.

              Os beijos...

              ah...os beijos!

              Foram passos agéis

              De amantes sábios

              Que num momento de amor

              Te deixaram louca.

E meus versos

Ficaram soltos ao vento,

No sabor louco do

Inconsequente sentimento.

              E meus versos

              Te falaram daquele sentimento

              Mas diziam pouco do

              Significado do momento.

              Eles não podiam exprimir

              Todo o amor

              Que estava a sentir...

E assim ficámos como loucos

      Naqueles passos sábios

Em que como loucos

     Descobrimos nossos lábios.


Eva de Fátima & FrancisFerreira

FrancisFerreira
Enviado por FrancisFerreira em 13/10/2007
Reeditado em 20/01/2008
Código do texto: T692582

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FrancisFerreira
Portugal, 59 anos
637 textos (32146 leituras)
4 áudios (101 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 21:58)
FrancisFerreira