Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM POEMA SO MEU// INTROMISSÃO

Um sorriso forçado,
mas adorável
Um resquício de dor
indisfarçável...

Um poema ausentado
involuntariamente
Um silêncio de amor
adolescente...

Um jeito de menina
quase inocente
Um olhar angelical
muito envolvente.

Um espaço na rima,
assim pequenino,
De um verso imortal
quase divino.

A pergunta indagada
tanto custou.
A resposta emudecida
o olhar revelou...

A loucura escancarada
suprema alegria
...Um risco de vida,
quem não arriscaria?

Charlyane Mirielle  ( 05/05/2007) - Versos ímpares
Wanderil Santos  ( 14/10/2007 ) - Versos pares

Wanderil Santos
Enviado por Wanderil Santos em 16/10/2007
Código do texto: T696156

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wanderil Santos
Belém - Pará - Brasil, 68 anos
201 textos (13161 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 12:59)