Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Andando


27, 2007 10:34 AM
Subject: [[Serenidade]] Andando - Paulo Mello






   

Andando

Não tenhas medo, pressinto
em seu olhar o tanto que me queres.
Agora não adianta mais fugir,
galgo teus passos em busca
das rápidas olhadelas.
Será impressão que teu rosto
ruboriza e teus pés petrificam,
ao passar em minha rua !
Lentamente se arrastam aos
olhos que buscam uma sombra
um vulto qualquer, na desculpa
do pulsar do coração.
O medo, faz com que você fuja sempre, dando a desculpa de que não vai dar em nada.
Não é verdade, precisa
experimentar.

Paulo Mello
24.07.07




ANDANDO

 

Vera Hernandez

 

 

Andando pela nossa rua,

Sei que nos olhamos...

Mas,

Tenho medo de você.

Sei que você não deve,

E nem eu.

Nossos olhos se encontram,

Nossos corpos nos chamam,

O que fazer com essa loucura?

Que hoje me parece,

Sem solução.

Tenho medo de perto de ti chegar,

Tenho medo do que vais me dizer,

Não quero perder,

Essa beleza que nos une.

Muitas vezes acho,

Que contigo devo estar,

Nem que seja,

Somente por uma vez.

Mas tenho medo,

De quebrar esse canto,

Que nos une,

Como se almas gêmeas fôssemos.

Não quero te fazer sofrer.

Quero sempre te ver sorrindo,

E sabes que na minha vida,

Não há espaço para nos dois.

Temos estórias,

Já começadas,

E mal resolvidas,

Deixa-me continuar andando,

Por mais um tempo,

Até que nada nos segure...

Porque se junto estívermos,

Junto ficaremos...

Meu medo!

Nossa rua!

São loucuras de mim!!!!

 

Vera Hernandez

27.07.07




 

 









 




 


Paulo Mello
Enviado por Paulo Mello em 17/10/2007
Código do texto: T697635
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Mello
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 63 anos
446 textos (11382 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 14:21)
Paulo Mello