Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TORTURA-Florbela Espanca & Maria Thereza Neves


TORTURA
Florbela Espanca

Tirar dentro do peito a Emoção,
A lúcida Verdade, o Sentimento!
-- E ser, depois de vir do coração,
Um punhado de cinza esparso ao vento!...

Sonhar um verso de alto pensamento,
E puro como um ritmo de oração!
-- E ser, depois de vir do coração,
O pó, o nada, o sonho dum momento...

São assim ocos, rudes, os meus versos:
Rimas perdidas, vendavais dispersos,
Com que eu iludo os outros, com que minto!

Quem me dera encontrar o verso puro,
O verso altivo e forte, estranho e duro,
Que dissesse, a chorar, isto que sinto!!
&

TORTURA
Maria Thereza Neves

É arrancar tudo tão de dentro ,
É doce, é quase uma tortura ,
Deixar extravasar do meu centro ,
As emoções vividas, uma loucura.

É se permitir intensamente viver,
Mesmo que o momento doa ,
Me faça pouco a pouco morrer
Nos tons que a melodia voa .

As vezes tudo se faz oco, vazio,
Os versos sem qualquer sentido
Sem retorno, sonhos ou paraíso.

Mesmo que sangre não desisto de tentar
Uma poesia suave ou com palavras duras ,
Jamais negando meus gritos sem ar.

20/10/07-22h
Maria Thereza Neves
Enviado por Maria Thereza Neves em 21/10/2007
Código do texto: T703019
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Thereza Neves
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
3364 textos (91826 leituras)
6 e-livros (225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:59)
Maria Thereza Neves