Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amores com cicuta...(Ledalge & Miguel)

Ledalge...
De que me vale um amor insano
Daqueles que me molham os lábios
Dizendo-me palavras levianas
Com méis que somente me assaltam
De que me vale irradiar meu ardor
Se das camas que durmo a carência me revolta
Então vadio, roço meu corpo à porta
Como querendo beber-te em profano
Ato de amor dos desesperados
Daqueles que vêem o céu dos desenganos
E morrem todo dia sem as vastas
Manias que lhe querem dar valor
Meu beijo é o gosto da morte ingrata
Meu beijo arrota paz e mata sem dó

Miguel...
De que me vale amores e entusiasmos
se vivemos de um vasto pleonasmo
Que me retrate uma emoção e
figure em mim uma grande paixão
Se em ti cicuta a indiferença que me
foges a razão maltratando meu coração
De que me vale exaurir do teu constipado
calor se meus desejos ao teu lado não
causam-lhe mais nenhum furor
Atônito, entrego-te minha emoção
provando da mentira inerente que te
absorve sem nenhuma aparente razão
pequenos surtos esporádicos do teu ser
despidos vorazmente pelo teu insano querer...

Amado Portti
Enviado por Amado Portti em 23/10/2007
Reeditado em 23/10/2007
Código do texto: T706847
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Arcanjo Miguel). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Amado Portti
Porciúncula - Rio de Janeiro - Brasil, 46 anos
699 textos (46759 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 20:25)
Amado Portti