Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu poético de Rodrigo Poeta e Vitor Berigo de São Bernardo do Campo-SP.

Talvez,
No dia em que o sol chegar
O rio poderá levar...
...e a vida parar.
Os relógios se cansariam
De marcar o tempo dos cosmos,
Que entorpecem a alma de desejos
Entre rios de versos luxuriosos
Do além...

Eu só queria ver o horizonte do seu olhar
Onde está o sol?
Onde está você?

Não sei aonde devo
Encontrar as respostas
Dos versos sucumbidos
Do nada...dos ‘eus’ poéticos...
No brotar de mais uma poesia.

O Sol se perdeu com a Lua
E o meu Eu poético se tornou
Amigo de outro Eu poético
Das profundezas internáuticas.

(Rodrigo Poeta e Vitor Berigo)

*Vitor Berigo é poeta nascido em São Bernardo do Campo-SP. Mora hoje em São Paulo-SP. Sua página no Recanto das Letras: http://www.recantodasletras.com.br/autores/vitorberigo
Rodrigo Poeta
Enviado por Rodrigo Poeta em 12/11/2007
Reeditado em 24/05/2009
Código do texto: T734778
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Poeta
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil, 40 anos
270 textos (18563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 00:40)
Rodrigo Poeta