Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Velhas Árvores-Olavo Bilac & Maria Thereza Neves


Velhas árvores
Olavo Bilac
 
Olha essas velhas árvores, mais belas,
Do que as árvores novas, mais amigas,
Tanto mais belas quando mais antigas
Vencedoras da idade e das procelas.

O homem, a fera, e o inseto, à sombra delas
Vivem, livres de fomes e fadigas;
E em seus galhos abrigam-se as cantigas
E os amores das aves tagarelas.

Não choremos, amigo, a mocidade!
Envelheçamos rindo! Envelheçamos
Como as árvores fortes envelhecem;
 
Na glória da alegria e da bondade,
Agasalhando os pássaros nos ramos,
Dando sombra e consolo aos que padecem!
&

Velhas Árvores
Maria Thereza Neves

Não tão velhas ,mas sempre belas.
Braços entrelaçando eternos laços ,
Circundando amizades antigas,
Vencendo o tempo, unindo espaços.



A humanidade encostando lembranças,
Renascendo sementes,abrigando fomes.
Galhos libertos espalhando esperanças ,
Não importando cores e nomes.


Cantando sempre a vida viva ,
Sem nunca envelhecer os dias ,
Eternizando estradas sorridentes, vadias.

Com bondade acalentando o sono ,
Agasalhando os homens com ramos ,
Espantando dores,despertando sonhos.
JF/MG-19/11/07
Maria Thereza Neves
Enviado por Maria Thereza Neves em 19/11/2007
Código do texto: T743181
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Thereza Neves
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
3364 textos (91823 leituras)
6 e-livros (225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 18:01)
Maria Thereza Neves