Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O teu olhar me faz chorar

Grandes olhos que penetram minha alma
                                                     Silvia
Foi um acaso feliz,
Aos poucos nasceu o encanto
                                          Vaner
E deste encanto eis-me aqui em pranto
Lágrimas que nem eu sei o porquê teimam rolar
                                                             Silvia
Por trás de cada olhar
E em cada lágrima que nos corta a alma
                                                     Vaner
E alma cortada em fatias se revela
Louca, apaixonada
E simplesmente amada
                               Silvia
De desejos inigualáveis, meu corpo em chamas.
                                                               Vaner
Então vem e me toma inteira e nua.
Penetra-me e me faz tua
                                  Silvia
Vivo um momento lindo
Melhor não há
Até que surja o amanhã
Nunca mais volto...
Encheste a minha vida de carinho
Hoje sozinho.
                      Vaner
Sozinho tu te achas,
Porque eu
A tua espera estou
A procura...
Dos grandes olhos teus
Um olhar que me faz chorar, muitas vezes de alegria
E outras de imensa saudade
Quando teimas em...
Abandonar-me!
                        Silvia

Silvia Fedorowicz e Vaner Citty
                       
Mulher Camaleoa
Enviado por Mulher Camaleoa em 29/11/2007
Código do texto: T757828

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ao copiar um poema, de-lhe o devido credito e o site de onde foi retirado). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mulher Camaleoa
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
369 textos (15673 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 03:58)
Mulher Camaleoa