Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Confidências-Pe. Antônio Tomás &Maria Thereza Neves

Confidências
Pe. Antônio Tomás

Eu fui contar, chorando, as minhas penas
Ao velho mar; e as ondas buliçosas,
Julgando que eu diria essas pequenas
Mágoas comuns ou queixas amorosas,

Não quiseram cessar as cantilenas
Que entoavam nas praias arenosas
Mas, pouco a pouco, imóveis e serenas,
Quedaram todas, por me ouvir ansiosas.

E concluída a narração de tudo,
Mostrou-se o mar (pois nunca tinha ouvido
História igual) sombrio e carrancudo.

Depois, rolando as gemedoras águas,
Pôs-se a chorar também compadecido
Das minhas fundas, dolorosas mágoas.
&

Confidências
Maria Thereza Neves

Tentei ,tentei , nem lágrimas ele juntou
Fiquei a escorrer mares, mares de mim
Sem importar quem me sangrou
Fugiram, fingiram nada ver até o fim.

Até as praias nervosas desertaram
As areias cospiam -me nos olhos
Não cantaram nem serenaram
Minhas angustias estendida nos galhos.

Aos meus tormentos, lamentos
Quedaram atenciosas, pacientes
Aos tumultuosos, tristes momentos.

Arredondaram, alargaram abraços em ondas
Chorando, unindo como um único mar
Consolando ,adoçando ondas sobre ondas.

30/11/07
Maria Thereza Neves
Enviado por Maria Thereza Neves em 30/11/2007
Reeditado em 30/11/2007
Código do texto: T759487
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Thereza Neves
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
3363 textos (91684 leituras)
6 e-livros (225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 10:18)
Maria Thereza Neves