Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VESTIDO DE CHITA

Vestido de Chita.

Hoje acendi um cigarro
Divagações evasivas povoaram-me
[ a mente].
Encontrei  a Palavra solta que
[ amo]
Toda enfeitada num vestido azul
[de chita estampada]
Decorada com róseos  florais

Um vestido de chita de rara
[beleza]
De algodão criado na natureza.

Ou seria melhor o verde-rosa
Feito de papel machê?
De uma graça tão sutil
Tão singular!
De infinita leveza.

Na sua humildade sem par
Desfilava cheia de graça
Em passarelas iluminadas
Montadas no meio da praça

Aprendi que não adianta o vestido
morto que deprime, sem nexo que anseia.
A beleza da menina faz do vestido
um verso em construção na procura do Infinito.

Largou o papel, vestiu de chita
E saiu toda matreira
Sem saber que era bonita
Sem perceber que era faceira!
 

Poeta dos Ermos (Guto), KyriadaLua (Imaculada Catarina),  Qi_Paz (Fernando Páscoa), Conchinha (Maria Badalassi)

KYRIADALUA
Enviado por KYRIADALUA em 04/12/2007
Código do texto: T764611

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
KYRIADALUA
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
158 textos (61861 leituras)
1 e-livros (25 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 10:58)