Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dueto:  Saramar Mendes/Edvaldo rosa:Passado

Em uma gaveta qualquer,
encontrei palavras antigas.
Não tinha idéia que as tinha guardado ainda comigo,
Eram palavras ansiosas e foram
palavras esperadas, colhidas com paixão,
embaladas em sonhos de amor.
Palavras doces, palavras encantadas,
palavras faladas com emoção!
Hoje dormem o sono de todo amor,
Perdido!
Ao vê-las assim tão tranquilas,
Assusta-me lembra-las tão contundentes,
Ao lê-las assim tão quietas,
Assusta-me lembra-las tão agitadas...
a recordação das vertigens,
de quando me achegava em você,
que guardam em segredo
meus/nossos sentimentos mais intimos
e das lavas que derramavam
quando nossos corpos dormiam unidos
quase nada desperta.
Quem sabe uma leve brisa a
revolver as cinzas, talvez uma aragem
de melancolia e doces momentos
trancados em alguma veia deste
meu corpo esquecido,
Quem sabe apenas uma tênue lembrança,
daquele amor de criança,
que outrora tanto me animava o peito,
que hoje com todo o correr do tempo,
nem aquece, nem me faz arfar o peito,
passado sem dramas
que nem traz a tona doces sentimentos!
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 14/12/2005
Reeditado em 14/12/2005
Código do texto: T85923
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173768 leituras)
23 áudios (10650 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:24)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor