Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De JORGE AÍLTON PARA "ÐäMå Ðë ÑëG®ö" - DUETO POÉTICO: DEIXA-ME/MEU AMOR

DUETO POÉTICO:

    DEIXA-ME    //   MEU AMOR
"ÐäMå Ðë ÑëG®ö"    //    Jorge Aílton


Deixa-me
MEU AMOR

Deixe-me te sentir na madrugada,
ONDE TE FAÇO A MAIS DOCE AMADA,
Na noite calada ouvir os teus sussurros,
TEUS GEMIDOS SILENCIOSOS ENTRE MUROS,
Sentir teu abraço.
TE AMANDO EM NOSSO ESPAÇO.

Deixa-me fazer de ti meu sonho eterno,
A MINHA REALIDADE EM TEU CORPO TERNO,
O despertar de mim,
NUM ACORDAR ASSIM,
Meu inicio e meu fim.
ONDE O FIM É O PRINCIPIO.

Deixa-me afagar teus cabelos,
E ENTRE DEDOS SENTIR TEUS PELOS,
Olhar em teus olhos e neles me descobrir,
BEIJANDO OS TEUS LÁBIOS E VE-LOS SORRIR,
Sentir a emoção que emana de ti.
NA MELHOR SENSAÇÃO QUE JÁ SENTI.

Deixa-me calar tua boca com um beijo,
DIZENDO LOUCA QUE SOU O TEU DESEJO,
Sentir teu mel,
MELHOR QUE BECHAMEL,
Me deleitar em ti.
O MELHOR SABOR QUE VI.

Deixa-me te enlouquecer de paixão,
NUM LOUCO DESEJO O SABOR DO TESÃO,
Ouvir o tom suave de tua voz,
A SINFONIA CANTADA POR NÓS,
Te adormecer enlaçado em mim.
NUM EMBALO ADORMECEMOS ENFIM...


***

"ÐäMå Ðë ÑëG®ö"
Publicado no Recanto das Letras em 02/01/2006

JORGE AÍLTON
Publicado no Recanto das Letras em 11/01/2006

*** Agradeço o carinho meu querido amigo JORGE AÍLTON ***

Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö"

***
Dama De Negro e JORGE AÍLTON
Enviado por Dama De Negro em 11/01/2006
Reeditado em 25/05/2012
Código do texto: T97597

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146142 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 15:54)
Dama De Negro