Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONSTATAÇÃO/ALMA FERIDA (José de Castro/Reneu do Amaral Berni)

Onde a poesia
termina
o pesadelo começa.

INTERAÇÃO: duplix de RENEU DO AMARAL BERNI

Onde a poesia
já não mora,
termina
o sentido da vida,
o pesadelo começa
e a alma resta ferida.



(José de Castro/Reneu do Amaral Berni)

Contribuição de MAITH:

Quando acaba a poesia,
A vida torna-se pesado fardo
E os sonhos, pesadelos.

(Valeu, poetas, obrigado pela participação!!!)
José de Castro
Enviado por José de Castro em 08/11/2007
Reeditado em 22/11/2007
Código do texto: T728426

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 69 anos
2304 textos (688692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:49)
José de Castro