Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMEMOS, POIS!


Ah! O amor...
O medo de não vivenciá-lo, restringe muitas vezes as atitudes audaciosas, o jogar para o alto as convenções, o esperado ser feliz de qualquer jeito... Tratemos pois de espantar a dor, não temê-la, fazer de conta que ela não existe e viver o amor em toda a sua plenitude, gozar suas delícias, aprender a arte tão sutil de deixar-se levar pela correnteza enquanto for possível! Pelo menos, se um dia o amor se findar nos causando sofrimento (sofre-se de qualquer jeito mesmo), teremos lembranças de bons momentos vividos, de emoções partilhadas, de caminhos cruzados, de vida a dois, de gestos carinhosos, de entrega total... E aí sim, terá valido à pena. Melhor recordar com saudade um amor vivenciado do que não ter amor nenhum para relembrar. Vivamos o amor e deixemo-nos levar por ele e tudo o mais será conseqüência natural. A vida só é bem vivida quando sentimos amor, quando nos doamos a alguém e recebemos em troca sua doação para vivenciarmos a dois, um só caminho. Amemos pois!



22.11.2003
Vitória-ES
Baby
Enviado por Baby em 31/01/2006
Reeditado em 03/08/2007
Código do texto: T106352
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21957 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:26)
Baby